sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Sensações

Vejo. Águas salgadas sendo bebidas por pessoas, bocas falando de seus grandes feitos, mãos trêmulas por estarem suspensas, enquanto queixos se erguem. Insubmissos. A última carta sendo lançada. Fortalezas  de areia destruídas com um sopro, anônimos insatisfeitos e rostos sangrando incessantemente. Olhos direcionados ao chão, gente nascendo com esse olhar. Muralhas entre os corações, fingimento estampado em faces.

Ouço. Palavras amargas saindo da alma. E lágrimas molhando o chão seco. Lágrimas molhando constantemente o chão seco. Vozes que não sei de onde vêm. Lâminas afiadas cortando carne inocente, e gotas de sangue salpicando o vestido de uma noiva que agora está manchado. Gritos, pedidos, prantos.

Sinto. Em minha boca, o gosto salgado dessas águas. O sabor amargo das palavras embebidas em vinagre.  O sangue  da lâmina escorrendo por todo o meu corpo. Um manto vermelho e fluido cobrindo-me completamente. O ardor de minhas costas consumindo-me por inteiro. As mãos da noiva tocando-me levemente.

Eu vejo. Cravos sendo colocados em minha testa.
Eu ouço. Martelarem pregos em minhas mãos.
E sinto. Braços invisíveis estendidos para mim. Grandes braços invisíveis envolvendo-me.
   
E num último suspiro, eu me atiro então. Não, o sacrifício não foi em vão.
  



  
  

11 comentários:

Sir. Dan Costa disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Sandra disse...

Bom dia Bruninha!
Menina,você têm uma sensibilidade apurada, que atiça a alma de terceiros,envolvendo-nos em seus textos e nos fazendo refletir...Gosto de seu estilo!Segue em frente!
Passei para te desejar um excelente finalzão de semana.Fica com Deus e envolva-se nos braços Dele!Beijo e té+!

Liliane disse...

Muito bem Bruna.Como disse o Profeta Isaías no livro 53 no vesiculo 5:
"Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados."

SOMOS SARADOS PELOS SANGUE DE JESUS!

Bjsssss

Layz Costa disse...

Lindo, lindo e profundo!
*.*

Marie Raya disse...

Caramba, em todos os blogs que eu já passei, em nenhum deles li uma coisa como essa. E olha que muitos eram bons, mas você é fora do sério. Eu fiquei muito fã desse texto. Amei seu blog, e também pretendo ser jornalista!
Te linkei, beijos e parabéns :*

Marie Raya disse...

Bruna, adorei sua visita e principalmente seu comentário.
Por isso vim aqui de novo, haha. Obrigada mesmo, e sim, se Deus quiser colegas de profissão. Obrigada pelos elogios, eu adorei seus posts, sinceramente.
Você vai conseguir fazer jornalismo sim, e obrigada pelas dicas!
Beijão e sucesso :*

Ada Lílian disse...

Bruna, você escreve muito bem. A noiva está a espera dEle e espero que todos nós nos escontremos com esse homem da cruz :D
Gostei muuuito do seu blog, obrigada pela visita no meu, volte sempre, voltarei sempre no seu (já salvei nos favoritos). beeeijos

Anna Beatriz disse...

Bruna, parabéns,gostei muito do seu texto, você escreve muito bem!
Vou passar por aqui mais vezes, beeijos!

Midi disse...

Lindo Bruna!!

Sandra disse...

Bom dia Bruninha!
Hoje estou passando em estilo "The Flash",para desejar um excelente domingão à você e aos seus e claro,uma iluminada semana...Fica com Deus querida e té daquì à pouco!
Bj!

Visão 'Singular' de um Mundo! disse...

Esse foi incrivelmente belo e doloroso. Toca agressivamente o interior de uma forma pacífica. Extraordinário!